Qual o melhor desenho de barba para o seu rosto?

Foto: Shivam Singh on Unsplash

Bom dia, senhor. Já sabe qual desenho de barba vai querer hoje?

Quem dera fosse assim tão fácil, né? Cultivar barba requer tempo – e escolher a que cai bem para você pode ser uma aventura. Afinal, assim como seu jeito de vestir, seu corte de cabelo e os acessórios que você usa, seu tipo de barba manda uma mensagem às outras pessoas sobre quem você é. 

“A primeira coisa que faço é perguntar para meu cliente como ele se vê e como ele quer que os outros o vejam. Uma barba bem cheia, por exemplo, que tem as costeletas, queixo, bigode e fecha embaixo do lábio, mostra mais agressividade”, conta o barbeiro Zantone, da Barbearia Quotidiana, em São Paulo (SP). 

Tudo, então, começa daí: a imagem que você quer passar. Barbas mais longas e cheias, vimos agora, trazem mais agressividade e chamam a atenção. Barba desenhada, curta e bem aparada passa a mensagem de alguém vaidoso. A barba a fazer, alguém mais descolado. As que ‘inovam’ com elementos pouco comuns, como um bigode curvo, mostram alguém que curte estilos alternativos e não tem medo de ser notado por isso.

A barba também ajuda a modelar o rosto. Ela pode  disfarçar um queixo pronunciado ou afinar um rosto arredondado. Desenhar a linha da barba por baixo do queixo e da mandíbula disfarça o queixo duplo e ‘emagrece’. Só que, para aproveitar tudo isso, é importante saber qual o formato do seu rosto e como a barba pode ajudar a harmonizar e a ressaltar seus pontos fortes.

Veja qual o formato do seu rosto

Tem 2 formas de saber o formato do rosto. A mais ‘profissa’ é você pegar uma fita métrica e sair medindo tudo. Mas eu vou simplificar para você: basta fazer uma selfie com o celular e colocar de lado. A selfie é mais próxima do modo como os outros estão te vendo. São 3 as linhas horizontais principais que você precisa focar a atenção: a linha da testa, o meio do rosto – ou linha do nariz – e a linha da boca/mandíbula. Eu separei os modelos mais comuns aqui embaixo, será que você está num deles?

Agora escolha seu modelo de barba

A tradição diz que a barba ideal é a que deixa seu rosto o mais oval possível, porque esse é o formato mais simétrico. Veja o que cada modelo valoriza (e o que ajuda a esconder):


Vai bem com rosto oval, redondo, quadrado e retangular. Quem tem rosto redondo, pode deixar o fio maior e o desenho reto perto da bochecha, para afinar. Já no quadrado e retangular, é melhor ser rente à pele, para manter a linha da mandíbula.


Você vai encontrar por aí pelo nome de ‘Baldo’. É boa para o rosto redondo, porque alonga. No quadrado, cai bem porque mantém as mandíbulas destacadas e, ao mesmo tempo, tira um pouco da agressividade, por causa do desenho arredondado.


Vai bem com o retangular, porque amplia o rosto na horizontal, e os magros podem fazer uma linha arredondada perto da bochecha para dar volume. Uma variação para o losango é o Wolverine: o pelo cresce no queixo e o bigode que sai.


Um clássico. Fica bem no oval e redondo, porque alonga. No losango, amplia a mandíbula e disfarça o queixo pontudo. Já os retangulares, melhor evitar, porque o rosto pode ficar longo demais, e os quadrados podem perder o ângulo da mandíbula.


Esse estilo tradicional é bom para rosto oval, porque cria mais ângulo. Também é indicado para o triangular, porque ajuda por chamar a atenção para o centro do rosto, mas se encarnar o caubói for demais para você, dá para experimentar o bigode tradicional.


Arredonda o queixo e a mandíbula fina para quem tem rosto losango. O triangular também tira proveito, mas aí compensa uma alteração: mais volume na frente e a lateral bem rente ou raspada, para não ampliar mais a mandíbula.

E aí, qual vai ser a sua escolha?

ar
Receba as matérias mais bacanas no seu e-mail