Skincare masculino: o que fazer para cuidar da sua pele

Em artigo sobre skincare (cuidados com a pele masculina), imagem em fundo amarelo traz homem de pele parda, olhos castanhos e cabelo cacheado médio e castanho sorrindo, com as mãos no queixo.

Para além do barbear cotidiano, está na hora de entender que é preciso, também, ter cuidado com a pele masculina. Confira as dicas para montar sua rotina de skincare e ficar com seu rosto nos trinques.

Trabalho, estudo, família, contas para pagar. No meio de tanta correria, pode parecer que para nós, homens, cuidados com a pele do rosto devem ser a última coisa na listinha de prioridades.

Ledo engano, companheiro. Fazer do skincare rotina não é, como muitos pensam, coisa de gente vaidosa, mas também importante para a saúde. Vem que te conto por quê.

Mas, afinal, o que é skincare?

Em artigo sobre skincare, foto mostra homem loiro de olhos azuis, pele clara, com o rosto coberto de máscara (creme facial) esverdeada, para tratamento de pele.

Foto: Isabell Winter | Unsplash.

Nada mais, nada menos do que a expressão literal em inglês para ‘cuidados com a pele’.

Isso, claro, nos leva para a próxima questão: por que a pele precisa de cuidados?

Bom, começamos a responder apontando que a pele é um órgão, o maior do corpo humano. Não é apenas uma ‘capa’ que recobre a gente. 

Como órgão, ela é complexa e composta por um monte de estruturas diferentes, que lhe dão a capacidade de exercer suas principais funções: 

  • Proteger nossos órgãos internos contra choques, impactos e outras agressões;
  • Evitar a entrada de bactérias e outros microrganismos;
  • Filtrar os raios ultravioleta que vêm do Sol, impedindo que nossos órgãos internos virem churrasco;
  • Impedir que percamos mais água que o normal, mantendo nossa hidratação interna e o funcionamento do organismo;
  • Regular a temperatura do corpo, em torno dos 36 ºC; 
  • Atuar para nos dar o tato e as sensações de calor, textura, pressão etc.;
  • Servir como reserva de nutrientes, por causa daquela gordura que fica embaixo dela;
  • Produzir vitamina D, que, por sua vez, é essencial para fortalecer os ossos e músculos, para reduzir inflamações e regular a pressão sanguínea, entre outros papéis.

Muita coisa, né? Essas funções são, é claro, essenciais até mesmo para que a vida humana seja possível. Por isso, cuidar desse extenso órgão, na verdade, é investir no seu próprio bem-estar e saúde.

Como fazer um skincare?

A pele é o que nos separa do ambiente. É a primeira e principal barreira das agressões que vêm dele, e elas são de todo tipo: 

  • Físicas, como os próprios raios UV, o calor e o frio; 
  • Biológicas, como os micróbios e parasitas; e 
  • Químicas, como a poluição e substâncias perigosas. 

Por que cuidar da pele do rosto, então? Simplesmente porque essa é justamente a parte do corpo que menos cobrimos!

Para que essa barreira funcione bem, ela precisa estar limpa (e ser esfoliada com certa frequência), tonificada, nutrida, íntegra e bem hidratada e protegida – e é justamente isso que o skincare faz para você.

Vamos entender cada uma dessas etapas?

Limpeza de pele, esfoliação e tonificação

Em artigo sobre skincare (cuidados com a pele masculina), imagem mostra homem com torso nu e toalha branca, pele clara e cabelos curtos e escuros, aplicando creme semitransparente no rosto.

Foto: Lumin | Unsplash.

Jogar uma água no rosto é, claro, fundamental – mas manter a pele da região limpa requer um pouquinho mais de esforço. 

O ideal, além da água, é usar produtos próprios para essa tarefa, como um sabonete para o rosto ou gel de limpeza facial, e adaptados para o seu tipo de pele, seja ela pele seca, oleosa, mista ou normal.

Os produtos formulados para o rosto não retiram em excesso a oleosidade da pele, não promovem alterações no pH natural dela e removem as impurezas e sujeira que se acumulam normalmente no dia a dia. 

Dica de parceiro: a maioria dos homens tem tendência à pele oleosa, que, além de produzir mais óleo e ter mais brilho, pode apresentar os poros dilatados.

Cuidar da limpeza da pele também evita que a sujeira e o próprio óleo entupam esses poros, o que pode piorar a oleosidade, gerar inflamação e aumentar a ocorrência de cravos e espinhas (acne).

Fazer esfoliação para o rosto é, na prática, fazer uma limpeza mais profunda. Com um esfoliante, dá para remover células mortas, desobstruir os poros que já foram entupidos e ajudar na renovação celular.

É preciso, porém, ter cuidado com a frequência e o tipo de produto.

Esfoliantes mais agressivos, por exemplo, não devem ser aplicados todos os dias e, de preferência, seu uso deve ficar restrito a uma ou duas vezes por semana.

Já um microesfoliante mais suave pode ser utilizado diariamente e até ajuda a pele a restabelecer seu equilíbrio mineral, porque a pele esfoliada fica mais apta a receber os nutrientes e a hidratação.

Por fim, tonificar a pele é a última etapa de limpeza. Com o tônico, retiram-se as últimas impurezas, acalma-se a pele e o pH é reequilibrado, deixando o rosto pronto para as etapas seguintes, que são...

Nutrir, hidratar, proteger

Em artigo sobre skincare (cuidados com a pele masculina), foto mostra rapaz jovem e negro, de camiseta branca, passando hidratante na 'zona T' do rosto.

Foto: The Creative Exchange | Unsplash.

Aplicar nutrientes é essencialmente repor substâncias que promovem a regeneração celular e ajudam a pele a se manter saudável.

Hidratar é, por sua vez, repor a água; e proteger é aplicar um produto que vai diminuir a agressão dos raios UV.

Produtos de tratamento facial com nutrientes podem ser adaptados à realidade de cada pessoa.

Máscaras para quem tem a pele muito seca ou expõe o rosto em demasia a agressões, por exemplo, produtos anti-idade para quem quer aliviar rugas e marcas de expressão etc.

Na sequência, usar um hidratante para o rosto é o elo fundamental, e toda pele precisa disso, inclusive a oleosa.

Aliás, mantê-la hidratada ajuda a controlar a oleosidade, porque diminui a necessidade de a pele se proteger de agressões, já que homens tendem mais a ter a pele do rosto ressecada do que as mulheres.

Deu nó nos neurônios, já que acabamos de dizer que a pele do homem costuma ser mais oleosa? É que água é água e óleo é óleo, amigo.

O óleo é produzido pela pele como uma forma de se proteger contra agressões, o que inclui a própria desidratação e a descamação, por exemplo.

Ter mais óleo, portanto, não significa ter mais água. Aliás, pelo contrário. A pele masculina é até 20% mais espessa que a das mulheres e, com essa camada mais grossa, é mais vulnerável, por exemplo, à ação dos raios UV.

Na prática, isso faz com que ela desidrate mais facilmente. Portanto, fique de olho no hidratante facial.

Por fim, vale a pena usar um protetor solar para ajudar sua barreira natural contra as agressões que vêm da luz solar: no inverno, no verão, na praia ou na montanha.

Felizmente, para quem busca mais praticidade, hoje já existem produtos multifuncionais, que refrescam, acalmam, cicatrizam, energizam e hidratam a pele ao mesmo tempo.

Para os homens: cuidado ao barbear

Além do que já falamos sobre a pele masculina ser mais seca, mais grossa e ter mais óleo, ela também sofre uma agressão que a feminina não sofre: o barbear, que pode ser quase diário.

O atrito da lâmina de barbear é, em si mesmo, uma agressão, o que pode causar coceira, irritação na pele, inflamação e outros problemas mais sérios, como infecção e foliculite.

Portanto, além de uma rotina de skincare tradicional, os homens precisam prestar especial atenção aos cuidados na hora de fazer a barba e no pós-barba, para evitar vermelhidão, pelo encravado e cortes desnecessários.

E você, já está convencido de como fazer o skincare masculino? Conta pra gente sua rotina.

Foto/Destaque: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Leia também:

Receba as matérias mais bacanas no seu e-mail