O que é melhor: barbeador elétrico ou lâmina de barbear?

ISOTONIC FACE SCRUB, THE SHAVING SOLUTION e THE RAZOR, produtos da Dr. JONES, ao lado de barbeador elétrico, em pia de banheiro. A foto tem tons pastéis, tendendo para bege e rosa.

Fla ou Flu, Palmeiras ou Corinthians, boxer ou samba-canção. Poucas situações dividem tanto a opinião masculina quanto a dúvida: compro um barbeador elétrico ou um aparelho de barbear? Vem que a gente ajuda a escolher o melhor para a sua barba.

De maneira totalmente... imparcial (sic), resolvemos levantar cada ponto e diferença entre a famosa “máquina de barbear” e a lâmina. Pesquisamos modelos, ouvimos relatos, realizamos testes e aqui está o resultado!

1. Como funciona o barbeador elétrico?

O aparelho de barbear elétrico faz o corte em duas ou três direções para aparar a barba, em um processo muito semelhante ao do protagonista do filme Edward Mãos de Tesoura.

Além disso, com a cabeça do aparelho rígida e bem larga, ele não se adapta aos contornos do seu rosto. Por isso, para que o ritmo frenético das suas lâminas não corte sua pele, há uma grade de proteção.

A grade tem, basicamente, três funções: criar um espaço entre as lâminas e a pele; isolar e levantar o pelo a ser cortado e, aí, dar uma leve ‘puxadinha’ nele (ai!).

Essa ‘puxadinha’ compensa o barbear rente que a grade não deixa fazer. Trata-se de uma escolha de Minerva: cortar a pele ou fazer o barbear rente que a pessoa quer? Eles encontraram essa solução aí.

2. Como funciona a lâmina de barbear?

aparelho de barbear tradicional podia sair perdendo frente ao barbeador elétrico com seu corte em única direção... se não fosse o número de lâminas dos aparelhos mais modernos!

É um fato: quanto mais lâminas, mais rente o barbear. Isso significa melhor performance tanto para os que preferem rosto liso quanto para os que usam barba desenhada ou barba grande, mas precisam manter as linhas bem marcadas em regiões como o maxilar ou as bochechas (este último, caso da barba lenhador, por exemplo).

Com o barbeador tradicional, você pode até não ver porque o corte ocorre milimetricamente, mas todas as lâminas cortam. Além disso, com uma cabeça bem menor, é mais fácil manusear e controlar o aparelho para fazer os desenhos. 

Em fundo azul, foto de homem de pele clara, camiseta preta, sardas e cabelo raspado fazendo a barba com a espuma de barbear PRECISION FOAM e com o aparelho THE RAZOR, da Dr. JONES.

Foto: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Finalmente, se a cabeça é pivotante (gira em torno de um ponto fixo), melhor ainda: não precisa bancar o Bruce Lee para fazer o contorno do rosto. Ela é bem mais adaptável que qualquer outro método de barbearia.

Essa combinação de cabeça menor e pivotante consegue alcançar os cantos mais difíceis e cortar os fios com igual precisão – na mandíbula, bochecha, queixo ou para desenhar o cavanhaque e o bigode. Até mesmo quem usa bigode fininho sai no lucro.

3. Qual o melhor para usar a seco?

Sinceramente, nenhum. Não há métodos que sejam amigáveis com sua pele a seco. Em todos eles, existe um atrito do aparelho de barbear, seja elétrico, seja tradicional, que pode ser motivo para irritação na pele.

Além disso, quando você faz a ‘barba a seco’, seus poros estarão contraídos e podem estar com impurezas: um ambiente muito propício para o surgimento de cravos e espinhas – e poros dilatados (inflamados).

Por isso, vale a pena proteger sua pele com produtos ‘pré-barba’, como espuma de barbear ou balm para barba.

Em fundo azul, imagem do balm para barba THE SHAVING SOLUTION, da Dr. JONES, sendo pressionado por uma mão. Parte do conteúdo vai para a palma da outra.

Foto: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

4. Qual o mais prático no dia a dia?

Nosso estudo revelou um resultado surpreendente: o barbeador elétrico não é mais prático que o aparelho com lâminas de barbear tradicional #shocked.

O barbeador elétrico demanda estar carregado (se não, esquece o ‘fazer rapidinho a barba aqui’), ocupa mais espaço e, como você pôde ver, não dá para usar a seco também – e tem muito mais chances de entupir com pedaços de pelo e produto.

O corte do barbeador elétrico também funciona melhor com a barba previamente aparada, porque precisa isolar e puxar o pelo para fazer o corte.

Já o aparelho de barbear com lâminas (cof, cof) é menor, está sempre pronto, funciona com qualquer tipo e tamanho de barba e ainda dá para fazer rapidinho. Com o produto certo, então, nem precisa enxaguar o rosto depois – e ainda sai hidratado!

5. Mas e a navalha de barbear?

Olha, navalha para barba é ótima. Só precisa que você tenha paciência, habilidade, tempo sobrando, coragem, experiência de uso e licença para porte de armas brancas. De resto, muito boa mesmo. 

E aí, curtiu? Conta pra gente qual a melhor lâmina de barbear que você usou... e por quê!

Foto/Destaque: Dr. JONES (todos os direitos reservados). Com arte de João Marinho.

Leia também: