Coceira na barba? Saiba como resolver

Imagem de cacto caseiro em frente a fundo azul-celeste ilustra desconforto na pele em artigo sobre como resolver coceira na barba.

Caspa, alergia, pele ressecada, irritação ou culpa da lâmina de barbear? Descubra, de uma vez por todas, como fazer para a barba parar de coçar.

Meus parabéns. Depois de muito tempo, você finalmente tomou a decisão de ostentar seus pelos faciais com orgulho e entrar para o time dos homens de barba…

Agora, porém, está a ponto de desistir, porque não aguenta mais sentir a barba irritada e coçando? Nada de pânico, companheiro. Estamos aqui para te ajudar.

Barbado de primeira viagem

Se você nunca tinha usado barba antes, vamos direto ao ponto: crescimento de barba pode, sim, dar coceira – e isso vem da sua ‘virgindade’ de barba mesmo.

Primeiro, porque a pele do seu rosto simplesmente estava acostumada a viver livre de pelos.

Em artigo sobre coceira na barba e como resolver, imagem mostra desenho esquemático de pelo, bulbo capilar e corte, em azul com fundo branco.

Imagem: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Segundo, tem o efeito do barbear, que pode causar irritação na pele por causa do atrito da lâmina.

Além disso, o barbeador deixa os fios afiados e pontudos quando os corta. Com a barba crescendo, esse fator ‘extra’ também contribui para deixar a pele irritada.

O resultado é uma coceira braba, principalmente na fase em que se está passando da barba rala para a barba mais cheia. Se houver pelo encravado, então... é pior ainda.

Barbado sênior

A barba coçando também pode afligir quem já adota o look barbudo há mais tempo. Nesse caso, as razões podem ser ressecamento e sujeira.

O ressecamento pode acontecer tanto na pele embaixo da barba quanto no fio.

O motivo é basicamente o mesmo: à medida que o pelo vai crescendo, a pele do rosto não consegue mais hidratá-lo com seu óleo natural (sebo).

Aliás, se você tem a barba grande, já deve ter notado que, com o tempo, o pelo começa a ressecar e arrepiar. 

O problema é que, aos poucos, isso torna a região mais vulnerável e vai deixando a pele seca – e quase todo mundo já experimentou o efeito de uma pele ressecada, não?  

Homem vestindo camisa azul e fazendo careta, como se estivesse gritando, pele clara, cabelos curtos e lisos e barba grande e arrepiada – ambos de fios loiros a ruivos – ilustra artigo sobre coceira na barba.

Foto: Kraken Images | Unsplash.

Quando se vai à praia e fica-se muito tempo no sol sem se proteger, por exemplo, a pele coça mesmo. 

A ‘secura’ embaixo da barba, por sinal, pode ficar tão séria que resulta na descamação da pele, dando um aspecto de caspa. 

Embora o fungo que causa a caspa no cabelo também possa atingir a barba, geralmente essa ‘caspa na barba’ é ‘fake news’: é o ressecamento da pele, que está no nível máximo. 

Já a sujeira não tem nada a ver com banho. O que acontece é que, no dia a dia, os pelos naturalmente acumulam resíduos do ambiente.

Outro foco é a própria renovação celular da pele, porque as células mortas que são eliminadas podem ficar presas ali também.

Então, é normal a barba coçar?

Homem negro usando óculos, de touca preta, agasalho preto e jeans escuro, sentado em cadeira com as mãos no queixo, barba a fazer, ilustra artigo sobre coceira na barba.

Foto: José Aljovin | Unsplash.

‘Normal’ talvez não seja bem a palavra, mas, pelo que acabamos de descrever, dá para dizer que não é incomum.

Em todo caso, livrar-se da coceira passa por uma atenção especial aos cuidados com a pele do rosto e, claro, com a própria barba.

O ideal é lavá-la todo dia com um shampoo para barba, como o Charcoal Beard Wash – e isso não é frescura, não. 

Embora pareçam a mesma coisa, o pelo da barba é de uma categoria diferente do cabelo, porque seu crescimento sofre ação direta dos hormônios masculinos (pelo androgênico).

Isso dá à barba características específicas, que fazem com que ela ‘não se dê bem’ com sabonete e shampoo comum e outros produtos feitos para a cabeça.

Na verdade, usar esses produtos ali pode até piorar o ressecamento da pele, sem falar que a pele do rosto é mais sensível que o couro cabeludo.

O Charcoal Beard Wash ajuda a controlar a oleosidade e reeduca a pele para produzir uma quantidade saudável e normal de óleo, limpa a barba, desembaraça os fios para evitar pelos encravados, tira os resíduos e tem agentes hidratantes.

Aproveite os acessórios

Alguns acessórios também são úteis para ajudar na saúde da barba.

Quem tem a barba grande ou bem cheia pode usar, por exemplo, um pente para barba, que ajuda a remover a sujeira ao longo do dia. Além disso, principalmente os de madeira evitam o efeito arrepiado.

Que fazer para a barba não ficar irritada e coçar?

Você observou que mencionei hidratação? É porque ela é essencial.

Para isso, o uso diário de produtos próprios, como o balm para barba The Shaving Solution, serve também para reduzir o atrito da lâmina, a irritação na pele e manter a pele bem hidratada e os pelos macios e alinhados.

Aliás, falando em irritação, como muita barba grande é também desenhada, vale cuidar do barbear e do pós-barba para evitar esse mal, fazendo a rotina direitinho e sem apelar para produtos substitutos.

Por fim, quem quer viver o melhor dos mundos pode aliar cuidados com a barba a uma rotina de skincare masculino – e, assim, garantir definitivamente uma barba limpa, cheirosa, saudável… e sem coceira.

Na imagem em fundo laranja, vê-se embalagem do produto The Shaving Solution - Balm multifuncional para barbear, da Dr. JONES. Esta frase e a frase: "condiciona os pelos, hidrata a pele, estimula o crescimento saudável, antioxidante e energizante' com o botão "Comprar" em fundo azul complementam a foto.

Foto/Destaque: I | Unsplash.

Leia também:

Receba as matérias mais bacanas no seu e-mail