Como cuidar do seu bigode

Frente a paisagem que lembra inverno, homem de feições indianas, cabelo liso escuro penteado para cima e camisa quadriculada olha para a direita. Ele tem barba e um bigode farto e desenhado, curvado para cima.

Como ter um bigode bonito? Qual a maneira correta de aparar o bigode? Se você decidiu entrar para o time dos bigodudos, seja mantendo os pelos maiores, seja adotando um bigode fininho, tiramos essas e outras dúvidas como manter um bigode saudável, bonito e bem-tratado. 

Por que, afinal, usar um bigode? Que vantagem ‘José’ leva?

Não existem respostas prontas para essas perguntas. De um ponto de vista prático e talvez puramente biológico, o bigode ajudaria o homem a manter os lábios superiores aquecidos em temperaturas mais baixas, de acordo com algumas fontes.

Só que, sejamos sinceros, dificilmente alguém decide usar por essa razão. Na prática, assim como a barba e o cavanhaque, a decisão de cultivar apenas o bigode – ou a barba com o bigode em destaque, como quando se aparam as laterais e os pelos do queixo – é bastante pessoal, mas há alguns pontos, sim, a levar em consideração.

O que fazer com o bigode? Que mensagem ele passa?

Composição de foto de homem de pele clara, óculos escuros e bigode grosso, olhos claros, olhando para a câmera, com elementos da natureza e uma cachoeira passando por entre sua imagem.

Foto: Cole Keister | Unsplash.

Uma coisa é certa: ninguém adere ao bigode, sejam os estilos mais grossos, seja o bigode fininho, por nada. 

Assim como a barba, ostentar um bigode dá um ar de masculinidade, virilidade e até ousadia – e nos dois sentidos da palavra ‘ousadia’.

No primeiro sentido, ela vem até como uma certa ‘oposição’ ao ideário ou moda atual. 

Um bigode Chevron, que é grosso e ocupa todo o lábio superior, por exemplo, é um clássico. 

Desse modo, um homem que o usa pode passar a mensagem de aderir aos costumes mais estabelecidos ou tradicionais da masculinidade.


Já um bigode fininho ou encurvado, embora também tenha surgido em épocas mais antigas, pode indicar um homem mais despojado e mais adepto às inovações, que não se preocupa em se destacar na multidão. Afinal, essa hoje é uma opção menos comum – e, portanto, 'menos conservadora' de se apresentar.

Contudo, independentemente da razão pessoal, todos precisam aprender a tratar bem seu bigode. Isso porque, a despeito do estilo, um bigode ressecado, com descamação, caspa ou com efeito frizz tende a passar uma única mensagem: falta de cuidado.

Mas, afinal, como cuidar de um bigode?

A rigor, não há muita diferença entre cuidar do bigode e cuidar do restante da barba, com o ‘agravante’, digamos assim, de que o bigode, isolado ou em destaque, imediatamente chama o olhar da outra pessoa para onde ele está. Então, qualquer derrapada no cuidado é vista com muito mais facilidade. 

Além disso, como os pelos do bigode ficam perto do nariz, eles tendem a incomodar bem mais do que em outras regiões quando não são bem-cuidados. 

Se há pesquisas que, por um lado, já relataram que ter um bigode até protege mais a região do nariz contra a entrada de bactérias trazidas pela poeira, por outro, homens que têm alergias respiratórias, por exemplo, podem sofrer uma piora no quadro, justamente porque o bigode sem cuidado pode reter poeira, ácaros e pólen, entre outros alérgenos.

Foto de homem de pele clara, cabelo escuro voltado para cima e bigode curvado também para cima e barba em banheira com leite e produtos para limpeza da pele. Ele está imerso e apenas o rosto está para fora.

Foto: Luke Jones | Unsplash.

Então, o primeiro cuidado é exatamente este: limpeza diária do bigode

O ideal é, para lavar, usar produtos próprios, como um shampoo para barba, que vai remover sujeira, excesso de oleosidade na pele e ajudar a hidratar o pelo, evitando a coceira e o ressecamento. 

Aliás, este é exatamente o segundo cuidado: sempre usar no bigode produtos próprios para os pelos de barba. Isso os mantém macios, evita o frizz e cuida da pele da maneira adequada. 

Essa segunda dica vale também para o homem que gosta de manter o bigode bem longo e encurvado. Nesse caso, sabia que existe cera apropriada, com a fixação que você deseja? Aposente o gel que você usa!

Para dar um toque de mestre, também cuide sempre da hidratação. Isso requer não apenas usar um bom produto para lavar, mas também um produto com agente hidratante específico. 

Um balm para barba, por exemplo, é uma boa pedida: um pelo hidratado não apenas passa aquela sensação de limpeza e maciez como também é mais fácil de modelar.

Além disso, os cuidados devem levar em consideração o próprio tamanho do bigode na manutenção, principalmente porque é uma região em que a velocidade de crescimento do pelo tende a ser mais rápida.

Um bigode fininho, por exemplo, vai requerer mais manutenção porque tende a perder o desenho mais rapidamente. Já um bigode mais encorpado pode incomodar com aqueles pelos que crescem para cima, em direção ao nariz. 

Para manter o desenho do bigode fino intacto, uma dica é usar uma boa lâmina de barbear, sempre com produto próprio para facilitar o deslizamento. Como a região é pequena e delicada, esse é um clássico exemplo em que um Trimmer pode ajudar.

Em artigo sobre funcionalidades secretas do THE RAZOR, da Dr. JONES, imagem traz a cabeça do barbeador, em fundo ciano, destacando a lâmina de barbear 'Trimmer'.

Imagem do aparelho de barbear The Razor, com destaque para o Trimmer. Foto: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Já um bigodão maior tira proveito de uma tesoura pequena, para eliminar os pelos desalinhados e os que crescem demais e cobrem o lábio de uma forma indesejada. Um pente também ajuda: alinha os fios durante o dia, e, na hora de aparar, fica mais fácil detectar os rebeldes. 

A dica é sempre aparar com o bigode seco, porque os pelos molhados podem enganar quanto ao seu real comprimento. 

Por fim, no restante da barba, não deixe de aplicar as dicas para um melhor barbear, no sentido de manter também o restante do rosto bem-cuidado.

E aí, curtiu? Conta pra gente como você cuida do seu bigodão – e que dicas extras pode compartilhar com nossos outros usuários bigodudos.

Foto/Destaque: Gursimrat Ganda | Unsplash.

Leia também: