Em fundo amarelo, homem de pele clara, cabelos cacheados médios e camiseta branca retira o cavanhaque com o aparelho de barbear THE RAZOR6, da Dr. JONES, e uso da espuma PRECISION FOAM.

3 motivos para não usar barba

Ser barbado ou não ser, eis a questão. Geralmente, uma simples preferência para o homem moderno, há algumas condições da pele masculina em que a barba não está proibida, mas manter a cara lisa pode ser uma boa ideia. Confira.

Que usar barba ou não usar é uma questão de estilo — e da mensagem que você quer passar sobre si às demais pessoas —, já sabemos.

Será que, porém, há alguma situação em que se barbear por completo e aderir à cara lisa não é uma simples opção, mas algo aconselhável de se fazer? Conversamos com o dermatologista Dr. Renato Lima, especialista em cuidados com a pele masculina, para tirar essa dúvida. Vem que a gente explica.

Por que eu devo fazer a barba?

Foto em destaque de homem de pele clara e espuma de barbear na região do bigode e cavanhaque.

Foto: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Segundo Lima, na verdade, “não vai haver alguma doença em que a pessoa obrigatoriamente precise tirar a barba”. 

No entanto, existem, sim, algumas situações e patologias nas quais, se você remover a barba, a situação pode melhorar. Vamos falar de algumas delas.

Dermatite seborreica

A dermatite seborreica, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) , é uma inflamação na pele de característica crônica e que tem momentos de melhora e de piora. Neste último caso, principalmente em situações de fadiga, estresse e até por conta de alergias. 

Ela tem como principais sintomas vermelhidão, oleosidade na pele, coceira e descamação em regiões como sobrancelhas, nariz, orelhas e no couro cabeludo.

A caspa, caracterizada como escamas brancas que descamam, ainda segundo a SBD, é um dos sintomas da dermatite seborreica e pode ter relação com a presença de fungos do gênero Malassezia.

Dermatite seborreica e caspa podem ocorrer, sim, na região da barba — e aí temos uma situação em que deixar a cara lisa pode ajudar.

“Alguns pacientes, na dermatite seborreica […], evoluem com lesões na região da barba, quando ela começa a crescer ou depois de atingir um certo comprimento”, explica Renato Lima. 

“Esses pacientes, principalmente aqueles que têm dificuldade de melhorar o quadro inflamatório, têm benefício em deixar a barba curta ou, às vezes, em removê-la com a lâmina de barbear constantemente”.

Foliculite e pseudofoliculite da barba

O folículo piloso é uma espécie de ‘bolsa’ que se localiza na camada intermediária da pele — a derme — e funciona como o ‘berço’ em que se formam os pelos.

Essa infecção do folículo é que chamamos foliculite, e os sintomas são uma forte coceira, irritação na pele e umas ‘bolinhas’ parecidas com espinhas que nascem bem onde o pelo cresce.

Desenho esquemático mostrando o folículo piloso e estruturas adjacentes da derme: glândula sudorípara écrina, ducto sudoríparo écrino, o folículo em si, glândula sebácea, músculo eretor do pelo, papila dérmica, poro sudoríparo e haste do pelo.

Imagem: Posible2006 | Wikimedia Commons, sob licença CC BY-SA 3.0. Adaptado por João Marinho.

Na pseudofoliculite da barba, que tem esse nome por causa da frequência com que acontece na região, os sintomas são bem parecidos, só que aí não temos uma infecção: a inflamação é causada só por um pelo encravado, e nada mais.

São duas condições em que tirar a barba pode ajudar — até de maneira definitiva!

“Pacientes de foliculite e da pseudofoliculite da barba, que é aquela que vem porque os pelos são muito inclinados, melhoram o quadro fazendo depilação definitiva naquela região acometida”, explica o Dr. Renato Lima, lembrando que, especialmente no caso da foliculite, tudo requer acompanhamento de um dermatologista e, não raro, medicação.

Um outro tipo de foliculite, a foliculite queloidiana, também é um quadro em que remover a barba pode ser bom. É um problema que costuma atacar mais a pele negra.

“No caso da foliculite queloidiana, além da inflamação, ainda surgem queloides. Os homens negros que têm esse problema também podem resolver fazendo uma depilação definitiva com lasers específicos”, explica Lima.

Se o homem não aderir à depilação definitiva, é claro que a opção pelo uso da lâmina de barbear, se for incorreto, pode até piorar o quadro, mas falamos sobre isso mais tarde, neste mesmo artigo.

Acne (cravos e espinhas)

De frente para a câmera, jovem loiro de pele clara e com acne, olhos azuis, cabelos curtos e camiseta bege, limpa o rosto com lenço umedecido em gel de limpeza facial.

Foto: Cottonbro | Pexels.

A acne é outro problema de inflamação na pele, dessa vez nas glândulas sebáceas, que produzem o sebo (óleo) que nos protege. Por isso, atinge mais quem tem pele oleosa

A pele masculina tende a ser mais vulnerável à acne porque a testosterona, nosso principal hormônio, estimula a produção de óleo pelas glândulas — e, sim, as espinhas e cravos podem aparecer na região da barba.

“O paciente que tem acne pode cursar com lesões e espinhas na região e pode se sentir melhor ao fazer a barba, principalmente se as espinhas ficam maiores pelo acúmulo de sebo ali”, diz o Dr. Renato.

Qual a forma correta de fazer a barba?

Em fundo amarelo, homem de pele clara, cabelos cacheados médios, cavanhaque e camiseta branca olha para o barbeador THE RAZOR6, da Dr. JONES, com expressão de satisfação.

Foto: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Como já dissemos mais acima, fazer a barba pode ajudar nesses casos, mas se a opção é utilizar lâminas de barbear, é preciso cuidado.

“Na dermatite seborreica, foliculites ou acne, não acertar a técnica pode até piorar”, alerta Lima.

“Quando falamos que fazer a barba ajuda, partimos do pressuposto de que o barbear está sendo feito direitinho, com técnica e produtos corretos, lâmina de qualidade, pós-barba, tudo isso”.

Portanto, não basta apenas se barbear: é importante como se barbear, inclusive com os produtos para barba adequados para você.

Aqui, no blog da Dr. JONES, temos um artigo sobre como ter o melhor barbear com a sua lâmina. Confira.

E aí, curtiu? Deixe seu comentário sobre as razões do porquê você prefere não usar barba — ou do porquê você é do time barbado.

Foto/Destaque: Dr. JONES (todos os direitos reservados).

Leia também: